segunda-feira, 30 de junho de 2008

DO DIREITO AO TRABALHO

Todo mundo tem direito ao trabalho, o deficiente tem uma lei regulamentando isso, que é a lei 8.213/91, do artigo 89 ao artigo 91, mas na semana passada dois fatos me chamaram a atenção, ja passava da meia noite e eu estava num bar com uns amigos e passou um deficiente auditivo vendendo imã de geladeira, na mesma semana andando pelo centro de minha cidade, vi um deficiente fisico tocando teclado na porta de uma loja e vendendo uns cd's, provavelmente os dois trabalhadores teriam um trabalho como forma de sobrevivência. ISSO ME DEIXA INDIGNADO. e com vergonha de saber que apesar das leis serem eficases, sao inefetivas. Porque vemos tantos deficientes, inclusives nas capitais, trabalhando de ambulante, se um emprego existe. O artigo 91 da lei referida no início estabelece cotas de trabalhadores deficientes para cada empresa. O decreto número 3.298/99 corrobora a lei referida em seus artigos 34 à 44. Outra coisa que gostaria de reclamar, como deficiente, não gostaria de preeencher um número numa empresa, e sim gostaria de trabalhar pela minha capacidade intelectual. E para finalizar, parabenizo as oficinas laborais em todo o Brasil que oferecem trabalho e atividade produtiva a pessoas incapazes como aconteces em algumas APAEs.

Lucas Dantas
lucasrdantas@gmail.com

Um comentário:

Ana D. disse...

Difícil mas não impossível.
O Brasil é um país muito estranho...Onde jovens se rebelam, pintando a cara e indo às ruas, manifestam seu menosprezo por ações revoltantes de politicos, falam, falam...mas ao mesmo tempo se absteem de tantas coisas. A mesma geração que pode mudar,e fala tanto, não faz nada.Comece a mudar como se fala com outros jovens, vamos mudar a postura moral do país.Estou falando isso tudo porque as mudanças teram que partir de vocês jovens, que tem a força. Comecem a mudar o conceito no seu cerne!
beijos meu lindo!